¡no a la mina!

desde que pus os pés em Chubut, há pouco mais de um mês, venho ensaiando escrever aqui sobre o único tema que realmente parece abalar os nervos desta calma província: a mineração.

ainda não havia escrito nada pelo simples fato de que não consegui – por falta de tempo, mas principalmente por falta de gente para conversar – reunir muita informação de qualidade sobre o assunto.

mas esse não é, afinal, um blog jornalístico e muito menos científico, certo? então hoje decidi deixar pra lá o preciosismo e anotar um pouco do que entendi a partir de tudo o que li e ouvi até agora, já que o negócio é muito marcante e não deve passar em branco. Continuar lendo

sobre os últimos dias

durante a minha primeira semana em cholila, a melhor coisa era era trabalhar o dia inteiro num silêncio quase absoluto, escutando praticamente só o som dos bichos ou do vento.

a segunda melhor coisa, definitivamente, era ouvir esse silêncio ser quebrado pela voz de Toli, que gritava lá de longe: “Raquel, ¡ya está lista la comida!

é sério. imagina almoçar e jantar na casa da sua avó todos os dias. era bem iso. eu tomava o café da manha pensando no almoço e o chá da tarde (sim, tínhamos um chá da tarde) pensando no jantar. um pouco assustador.

Toli é uma senhorinha de uns 80 anos que nao só trabalha em casa como também mantém um salao de chá e uma pousada, e que tem o melhor tempero do mundo. o maridao, miguel, já passou dos 90 anos, e nem por isso é menos ativo – ainda faz lá seus trabalhinhos no jardim.

é com sandra, a filha deles, que tenho trabalhado.

mas depois falo do trabalho. como eu ia dizendo, Continuar lendo

ps

amanhã vou para a nova casa. o que eu sei é que fica no km 20 da ruta 21, em cholila, chubut, e que há dois netinhos. vamos ver no que dá.

quanto às fotos, todo mundo tem me cobrado, mas não está fácil pra mim, viu? até coloquei um link pro flickr ali do lado com a intenção de ir atualizando, mas eu tenho fotografado pouco e, além do mais, a conexão em geral é muito ruim e todos os processos cibernéticos têm sido muito demorados. coloquei algumas poucas coisas no facebook, mas por enquanto isso é praticamente tudo. um dia eu consigo.