Como matar o seu ex

Existem muitas formas de acabar com um homem que já dividiu a vida com você. Algumas são  mais sangrentas, outras menos, algumas são muito incriminadoras e outras poderiam virar série americana. Acreditamos que a maneira mais interessante é usar um presente dado por ele.

Nem sempre será possível concluir o assassinato assim, mas o objeto em questão pode servir para iniciar o processo. O salto de um sapato enfiado no olho, um vidro de perfume despejado na garganta, um cordão apertando o pescoço. Talvez ele não seja o tipo que dá presentes caros. Não tem problema: você pode pegar aquela carta de amor que recebeu há três anos, espalhar cianeto, lacrar um pacote e mandar pelos correios.

Se o romance terminou há muito tempo e os presentes antigos já ficaram deslocados, há sempre a possibilidade de utilizar um dos mais novos, entregues após a separação. Temos, por exemplo, o caso da nossa amiga B., casada por cinco anos e separada há dois, que recebeu na última semana um livro com a emocionante dedicatória “Para a mulher mais importante da minha vida”.

Existem muitos significados possíveis para essa frase,  querida. O mais óbvio à primeira vista é o menos provável – se conhecemos o ex-casal, sabemos que dificilmente há alguma conotação romântica aí. Então vejamos. Você talvez seja a mulher mais importante da vida dele porque deu à luz sua filha. É uma hipótese bastante boa. Pode ser também que sua importância venha do fato de que, afinal, você ensinou a ele milhões de coisas, ele hoje é outra pessoa, mais amorosa e respeitosa. Se mantemos nossa condição de onisciência sobre o ex-casal, vemos que isso talvez passe pela cabeça do homem, mas vemos também que é um devaneio completo e não se aplica à realidade. Temos ainda a opção mais honesta: você deve ser mesmo a mulher mais importante da vida dele, porque alimenta, limpa, veste, medica e educa a filha que tiveram para que ele possa ter tempo de transar, estudar, trabalhar, viajar, praticar seus hobbies e, por que não dizer, dormir até meio-dia. Força, B.!

Antes de optar por praticar o crime, você precisa definir se deseja ou não ouvir alguma explicação sobre a dedicatória, pois o ex é a única pessoa que pode te ajudar a desvendar esse mistério. Sabemos que você está cansada de explicações e longas conversas, então assumimos que não vai se importar de viver para sempre com essa pulga atrás da orelha.

Voltemos à nossa arma. Digamos que o livro seja grosso. Umas 400 páginas, talvez 500? O peso é considerável. Não chega a ser um tijolo ou pedra, mas tem lá suas potencialidades. Três vezes na cabeça, talvez quatro? Quantas forem necessárias. A cabeça é nossa melhor aposta, mas ainda assim o livro sozinho talvez seja insuficiente. E, é claro, o ideal é que o alvo esteja sentado e amarrado antes que a coisa comece. Isso não é difícil conseguir, você pode visitá-lo com um aparelhinho de choque elétrico na bolsa, e, quando ele menos esperar… Esse aparelhinho é barato e você pode comprá-lo na internet.

Enfim, como você pode ver, tudo depende da sua criatividade e o céu é o limite – no caso dele, o inferno (desculpe, gostamos de brincadeirinhas e  trocadilhos estúpidos).

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas especiais de hoje. Sucesso na empreitada!

Anúncios

Um comentário sobre “Como matar o seu ex

comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s