21

Eu quero estar velha sem sangue nem par
Saber o meu tempo e viver esse tempo,
Entrar sóbria em casa deixando algum bar

Em frente ao espelho, ter pés e ter rosto,
Os olhos azuis, as mãos já azuis,
Ver todo o meu corpo com gozo e com gosto

Erguer entre os dedos cabelos grisalhos,
Pegar de um grampo, cravar este grampo,
Depois pintar lábios com contornos falhos

Dispor de uma venda que cubra meus olhos,
Tropeçar na cama, deitar-me na cama,
Tirar toda a roupa, banhar-me com óleos

Beber a idade em taças de vinho,
Cheirar o vermelho, sorver o vermelho,
Sentir-me segura entre os lençóis de linho

Descobrir as vistas e estar num jardim
(aquele de antes, com as flores de antes)
Poder levantar e olhar para mim

Chover no meu corpo e ser água salgada
Sujar-me de lama e haver sal na lama,
Estar eu correndo, dançando e parada

Notar que vem música junto da água,
Cair sobre o mato, arrancar o mato,
Gritar tristemente que o som me traz mágoa

Tapar os ouvidos, olhar para frente,
Enxergar um lago, correr para o lago,
Chegar à beirada, sentir o chão quente

Saltar sem ter medo e pisar firme o fundo,
Então estar surda, tão viva e tão surda,
Já não existir mais barulho no mundo

Provar ‘inda a chuva e sentir que ela é doce
(o sal era meu, o suor era meu),
E queimar-me o sol como se real fosse

Esfregar os peitos, soltar os cabelos,
O peito tão flácido, o ventre tão flácido,
Arranhar as coxas e lavar os pêlos

Nem lama, nem sal, nem sonhos, nem luz,
Meu corpo gelado na água gelada,
Sem sentir a dor que não lembro onde pus

Olhar e tocar minhas peles já panos,
Lamber os meus braços, ferir-me nos braços
E morrer sorrindo aos vinte e um anos

Anúncios

comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s