visita guiada

dizem os entendidos que viajar é importantíssimo para a formação do espírito…

Petrópolis é aquele lugar em numa bela manhã você sai pela sua portaria e, ao mesmo tempo, uma grande amiga de infância e de sempre está passando na calçada, por puro acaso (nada a ver com o encontro que as duas já têm combinado para dois dias depois). você começa a conversar animada e, antes que se passem cinco minutos, olha para a esquerda e vê que se aproxima uma outra grande amiga, com um envelope na mão: é que ela estava justamente indo deixar uma cartinha na sua caixa de correios, como nos velhos tempos.

aí você conversa um pouco mais, reforça o agendamento do encontro e sai andando debaixo daquele céu muito azul e envolta por aquele ar gostoso, então passa na calçada por um senhor, aquele com quem nunca conversou mas de quem tirou um retrato certa ocasião, numa folia de reis anos atrás – o rosto muito preto, os olhos meio úmidos – e que desde então vê bastante na rua, e repara e pensa na foto.

não são necessários muitos mais passos para que você quase esbarre naquele bonitão com quem sempre pegava o ônibus – aquele meio cabeludo de boina e roupa de rapaz de antigamente, que hoje, alguns anos mais velho e muitos quilos mais gordo, continua bonitão, com a mesma boina e a mesma roupinha cáqui.

nessa altura você já está sorrindo sozinha, aí entra numa livraria e, ao sair, encontra outra amiga de muito tempo atrás com toda a família, depois a irmã daquele grunge de quem todo mundo “gostava” na oitava série, depois o menininho que era tão criança quando tocava na banda dos irmãos gêmeos e que agora, pasmem, usa aliança de casamento, depois mais e mais e mais gente, e depois de tanto oi, oi, oi, oi, oi, termina a manhã na casa da sua vó Lila comendo aquele almoço todo feito de carinho.

dizem os entendidos que viajar é importantíssimo para a formação do espírito, no entanto não é preciso ser-se uma luminária do intelecto para perceber que os espíritos, por muito viajeiros que sejam, precisam de voltar de vez em quando a casa porque só nela é que conseguem ganhar e conservar uma ideia passavelmente satisfatória acerca de si mesmos. (J.S.)

Anúncios

4 comentários sobre “visita guiada

  1. Rita Elizabeth Pimentel Torres Gurgel 28/12/2012 / 02:15

    Foi muito, muito bom estar com você, ficar com você, acolher você de novo em nossa casa. Seu quarto aguardava sua chegada. Na verdade, desde a sua partida tudo e todos já aguardavam seu retorno. Você veio, você foi…
    Não tem problema, desejamos Feliz Natal, abraçamos, oramos, fizemos uma bonita ceia, brindamos, rimos, cantamos, conversamos e novamente nos despedimos. Nos despedimos com a certeza de que um dia você volta, volta feliz e realizada, com outras experiencias vividas para novamente dormir em seu quarto uma, duas, três quantas noites??!!
    não importa, o que importa é que você reconhece a “sua casa” e sabe que estaremos juntas esperando o seu retorno!
    Amo você
    Beijocas
    mamãe

  2. nath 30/12/2012 / 23:22

    volte sempre minha velha amiga de infancia ;) amei este texto e fiquei me questionando quem sao esses personagens )que eu certamente conheco mas nao to me lembrando de ninguem)…to aqui em portugal, realmente viajar e mt bom mas e melhor ainda saber que nao importa onde a gente esteja, temos um lar pra chegar! te espero na bahia!!! vc e mt importante para mim, nao esqueca disso…
    obs: FELIZ ANO NOVO!!!! tenho certeza que em 2012 vc aprendeu muito com suas experiencias, e que 2013 sera muito mais leve e feliz!!! ano novo, tudo novo, ok?? hahaha bjs nath

  3. Celina 31/12/2012 / 21:32

    Gostei muito do texto e talvez por ter encontrado você e Veronica e antes disso Beth e Paulo ouso a comentar que fiz parte desta história ,nesta sua manha de lindo dia de céu azul e para mim foi um daqueles dias que quando termina te da um grande prazer, gosto desta época de Natal, que quando saímos encontramos um monte de pessoas que não vemos ha muito tempo e aí vai , um papinho aqui, um chopinho ali , conversa na Calçada, uma gostosura, pura descontração.

  4. Raquel Torres 04/01/2013 / 10:43

    êêê, também adorei, mãe e tia celina!
    nath, te vejo na bahiiiia, mas espero ver antes no rio :)

comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s